Não Há Nada Maior do Que Jesus em Nossas Vidas

Por Eguinaldo Hélio de Souza

Portanto, ninguém se glorie nos homens; porque tudo é vosso: seja Paulo, seja Apolo, seja Cefas, seja o mundo, seja a vida, seja a morte, seja o presente, seja o futuro, tudo é vosso, e vós, de Cristo, e Cristo, de Deus. 1 Coríntios 3.21-23

Jesus não é somente maior do que todos os bens que possuímos. Já sabemos que Ele é muito mais importante do que nossa casa, nosso carro, nosso dinheiro, nosso negócio. Essas são coisas passageiras, temporárias, imediatas e fugazes que em breve não estarão mais em nossa posse. É óbvio que Ele está muito acima e muito além de tudo isso.

No entanto, tê-Lo em nossa vida é muito mais do que qualquer conquista nossa, mesmo as conquistas espirituais. Nosso ministério é importante e devemos valorizá-lo por amor a Jesus. Mas esse mesmo ministério não é de modo algum maior do que o próprio Jesus.

Dentro do Reino de Deus, no contexto da Igreja, alcançamos muitas vezes posição, prestígio, honra, respeito. Todas essas coisas têm o seu valor e de modo algum precisam ser desprezadas por si mesmas. Desprestígio, desonra e desrespeito nunca foram valorizados na Bíblia. O que vem como bênção e graça de Deus é sempre precioso.

No entanto, nada disso pode substituir o fato de Jesus estar em nós. Nenhum bem, honra ou prestígio pode tomar o lugar Dele. Tudo isso pode ser perdido por amor a Ele e então não estaríamos perdendo coisa alguma. As bênçãos jamais serão maiores que o Abençoador, nem as vitórias maiores que o Vencedor.

“Uma masmorra com Cristo é um trono, e um trono sem Cristo é um inferno”, disse Lutero.

Sem Ele toda honra torna-se desonra e por Ele todo desprezo é honra. Sem Ele todos os ganhos se tornam perda e toda perda, se for por Ele, é uma conquista. É melhor ser aceito do que ser desprezado, mas ser desprezado por causa Dele significa aceitação eterna superior a toda aceitação humana.

É fácil perder a Pessoa quando nos deixamos envolver por vitórias relativas que logo passam. Nenhum triunfo é maior do a Presença Eterna do Filho em nós. Possuir o Possuidor de todas as coisas é insuperável. Ser possuído por Ele é inexplicável.


 As Desculpas Não Nos Salvarão

Por Eguinaldo Hélio de Souza

“O senhor respondeu: ‘Servo mau e negligente! Você sabia que eu colho onde não plantei e junto onde não semeei? Então você devia ter confiado o meu dinheiro aos banqueiros, para que, quando eu voltasse, o recebesse de volta com juros. Mateus 25.24-27

Muitas vezes pensamos que as desculpas que criamos para não fazer o que deveríamos ter feito são suficientes para justificar nossa desobediência diante de Deus. Acreditamos que Deus é obrigado a aceitar nossas justificações, mesmo que elas não tenham qualquer fundamento. Não é assim.

Quantas pessoas que conhecem muito bem as verdades fundamentais da fé cristã apresentam uma série de motivos pelos quais não estão servindo a Deus e praticando aquilo que sabem que devem praticar. Elas têm na ponta da língua uma “razão” para sua recusa em se submeter a Deus. Apontam inúmeras pessoas e acontecimentos que explicariam o porquê de sua rebeldia. Usam um caminhão de pretextos para justificar-se diante de Deus e dos homens. Isto, todavia, não funciona agora e não funcionará no julgamento daquele grande dia.

Deus nos chama para a obediência a Ele. Sua vontade é soberana, seu querer determinante. Ele é o Senhor absoluto de tudo e de todos, aceitem ou não, reconheçam ou não. Sua compreensão, seu amor e sua misericórdia não anulam o fato de que se Ele nos ordenou algo nos compete apenas obedecer.

Podemos até tentar e não conseguir. Podemos falhar em nosso trabalho para Ele e não atingir a meta estabelecida. Nossas limitações não lhe são desconhecidas. Errar o alvo não é a mesma coisa de se recusar a atirar a flecha. Ele pode perdoar nossas falhas na caminhada, mas não pode aceitar nossa recusa em caminhar. Nenhuma desculpa tornará nossa desobediência aceitável.

Pessoas com muito mais dificuldades e obstáculos que nós têm superado tudo para cumprir a vontade de Deus para suas vidas. Elas têm pago um alto preço para obedecer porque sabem que Aquele que ordenou é digno de nossos maiores esforços.

É hora de deixar nossas desculpas de lado, levantar e andar, e fazer a vontade Daquele que é digno de nossa total obediência.


 Planejando na Crise

Por Eguinaldo Hélio de Souza

Sempre existem aquelas frases e expressões que nos marcaram e as carregaremos no coração por toda a vida. Elas nos trazem uma nova perspectiva e tornam-se lembradas em certos momentos, orientando nossas ações e conseqüentemente determinando nosso amanhã.

“Na crise, planeje, porque ela vai passar”

Na maioria das vezes somos como os apóstolos: achamos que cada tempestade é o fim. “Mestre, vamos morrer” disseram eles naquela ocasião (Lucas 8.24). Quando as nuvens estão escuras, geralmente perdemos a perspectiva e nos recusamos a levantar a cabeça para ver o amanhã. Deixamos que dores e angústias passageiras afoguem nossa esperança.

Não faça isso! Essa tempestade vai passar como as outras também passaram. Essa ferida vai sarar, vai cicatrizar. Por mais escura que seja a noite, o sol jamais deixou de brilhar pela manhã.

Não deixe para planejar somente depois que a chuva passar e a noite findar. Por mais difícil que seja esse momento no qual você está vivendo ele vai chegar ao fim. Esteja preparado para o amanhã! Não permita que as
lágrimas do agora o impeçam de enxergar as realizações do depois.

Todavia, lembro-me também do que pode me dar esperança: Graças ao grande amor do SENHOR é que não somos consumidos, pois as suas misericórdias são inesgotáveis. Renovam-se cada manhã; grande é a sua fidelidade! Digo a mim mesmo: A minha porção é o SENHOR; portanto, nele porei a minha esperança. O SENHOR é bom para com aqueles cuja esperança está nele, para com aqueles que o buscam; (Lamentações 3.21-25)

Quando Judá foi invadido pelos exércitos babilônicos e Jeremias se encontrava no calabouço, Deus mandou que ele comprasse um terreno. Por quê? Porque aquele momento de crise chegaria ao fim e o profeta não deveria deixar de olhar à frente. O futuro chegaria e seria diferente.

Se você está no centro de uma crise, continue planejando. E quando ela acabar esteja pronto para agir.

Em Deus você terá um amanhã. E não somente um amanhã. Você terá um depois de amanhã. Aliás, terá muitos “depois de amanhã”. “Na crise, planeje”.


 Aproveite Sua Chance

Por Eguinaldo Hélio de Souza

 

Tenham cuidado com a maneira como vocês vivem; que não seja como insensatos, mas como sábios, aproveitando ao máximo cada oportunidade, porque os dias são maus. Portanto, não sejam insensatos, mas procurem compreender qual é a vontade do Senhor. (Efésios 5.15 – 17)

 

Não importa o que digam ou quantas páginas sejam escritas contrariando esta verdade – nós só temos uma vida. E é bem curta. Não somos rascunhos ou protótipos. Somos, cada um de nós, indivíduos únicos criados à imagem de Deus e para sua glória. Recebemos como dádiva, um tempo indeterminado, dentro do qual nos cabe cumprir a vontade Dele, correr a carreira proposta (Hebreus 12.1). Não haverá uma segunda chance de sermos quem devemos ser ou de fazermos o que devemos fazer. A hora é agora, o momento é este, nossa chance está aqui.

Por isso precisamos levar Deus a sério. Nosso compromisso com Ele tem que ser sólido e permanente. Não pode ser marcado por avanços e retrocessos, por idas e vindas com todo tipo de inconstâncias. Nenhuma aliança se firma assim. Nenhuma noiva ficaria feliz com esta situação. Nem Deus.

Da mesma forma, não sejamos inconstantes em Seu serviço. Não importa o tamanho de nosso ministério. Não importa sequer a visibilidade do nosso trabalho no Senhor. O que importa é concretizá-lo da melhor forma.

Não podemos caminhar com Deus somente sob circunstâncias favoráveis ou conforme a flutuação de nossos sentimentos. Assim como a base do casamento é mais o compromisso do que os sentimentos, o fundamento de nossa relação com Deus é a aliança que temos com Ele. Não as condições emocionais de nossa alma.

Precisamos caminhar nesta terra com um olhar na eternidade porque lá  se revelará nossa real atitude neste mundo. É para o amanhã que nossa vida flui, assim como correm os rios para o mar. Chegará aquele dia e nós precisamos ter certeza de que não desperdiçamos aqui as chances que recebemos. Precisamos ter certeza, que dentro de nossas limitações, vivemos e realizamos os propósitos do Senhor com a graça Dele.

O Senhor tem nos dado uma vida, um tempo e muitas oportunidades. E queremos usar isto para a glória Dele.

 


 Apesar de Nós

Por Eguinaldo Hélio de Souza

 

Pecamos como os nossos antepassados; fizemos o mal e fomos rebeldes. No Egito, os nossos antepassados não se lembraram das muitas manifestações do teu amor leal e rebelaram-se junto ao mar, o mar Vermelho. Contudo, ele os salvou por causa do seu nome, para manifestar o seu poder. (Êxodo 13.17, 18)

 

Se há algo que aprendemos nesta vida é que Deus cumprirá seus propósitos em nossas vidas, não por nossa causa, mas apesar de nós. Mesmo que as Escrituras sempre apontem os valores e as virtudes dos grandes servos de Deus, elas não deixam de apresentar seus defeitos e seus fracassos. O povo de Israel, como um todo, é a maior prova disso. Nós mesmos, ao lermos sua teimosia e dureza de coração ficamos irados com eles, sem perceber que a história do povo de Israel e de seus grandes homens não é muito diferente da nossa. Em vários momentos de nossa vida nossas falhas se tornam evidentes. Contudo, o agir de Deus em nós e através de nós também se torna evidente.

A verdade é que esse fato nos humilha. Gostaríamos de ter mérito em nossas vitórias e, contudo, sabemos que se não fosse a misericórdia do Senhor nada de bom haveria em nossas vidas. Falhamos como pais, falhamos como cônjuges, falhamos com cristãos. E apesar disso vemos o Senhor responder nossas orações, temos sua bênção sobre nossa família, temos seu amor manifestado. Não merecemos, mas temos. Porque o Senhor é bom.

Por outro lado, isso nos dá esperança. Não depende de nós. Quando nos sondamos, ficamos frustrados com tantas limitações, tantas falhas passadas e presentes, tantas expectativas não realizadas. Então nos lembramos que apesar disso Ele nos trouxe até aqui e demonstrou sua graça. Não éramos melhores do que agora e mesmo assim ele nos amou. E nos deu o que não merecíamos. Então eu sei que Ele fará muito mais, apesar de mim.

Se por um lado me sinto humilhado ao perceber que só sua graça me sustenta e não algo em mim, por outro lado me regozijo porque sua graça me basta e Ele me fará triunfar, apesar de mim.

 


 Algo Que Não Podemos Perder

Por Eguinaldo Hélio de Souza

 

Todo cristão deve crescer na graça e no conhecimento do Senhor Jesus Cristo (2 Pd 3.18). É nosso dever desenvolver nossos dons e talentos, cumprir plenamente nosso ministério, amadurecer como pessoas e como servos de Deus. Jamais devemos ficar estagnados no tempo.

Ler, estudar, ampliar nossa visão, adquirir sempre conhecimentos novos e necessários para nosso trabalho no Senhor e mesmo para nossa vida. Não há nada de errado em aumentar nosso entendimento em todas as coisas, adquirir saber teológico, e se a vontade de Deus assim o quer, ensinar. Crescer faz parte do chamado de Deus para nossa vida.

Todavia, há algo que jamais devemos perder – nossa simplicidade em Cristo. Diante de Deus seremos sempre aprendizes, sempre discípulos ávidos por aprender mais, por avançar mais, não importa o quanto já tenhamos caminhado. Independente da grandeza que alguém ache em nós, somos sempre pequenos diante Dele.

O ensinador, o mestre, o teólogo. Aquele que já leu a Bíblia dezenas de vezes e tem decorado inúmeras passagens das Escrituras, jamais pode esquecer que nossa comunhão é com o Pai e com o Filho e não pode ser medido por conquistas intelectuais. Esta fundada em nosso amor e submissão a Eles.

Porque a nossa glória é esta: o testemunho da nossa consciência, de que, com simplicidade e sinceridade de Deus, não com sabedoria carnal, mas na graça de Deus, temos vivido no mundo…, escreveu o apóstolo Paulo (2 Co 1.12). Ele, que havia recebido excelentes revelações da parte de Deus, vivia neste mundo com simplicidade e sinceridade de Deus.

Também por isso ele advertiu aos irmãos em Corinto: Mas temo que, assim como a serpente enganou Eva com a sua astúcia, assim também sejam de alguma sorte corrompidos os vossos sentidos e se apartem da  simplicidade que há em Cristo. (2 Co 11.3). Uma devoção simples e pura a Cristo. Eis o que jamais devemos perder.

A loucura de Deus é infinitamente maior do que toda a nossa sabedoria. A fraqueza de Deus é imensamente maior do que nossa força. O mínimo de Deus vai muito além do nosso máximo. Nosso orgulho é tolice. Qualquer coisa que gere em nós um sentimento de independência em relação a Ele deve ser rejeitada. Nada é o barro sem o Oleiro, nada é o ramo sem a árvore.

Aos pés Dele um apóstolo Paulo não é maior do que a irmã de Lázaro, mestre e discípulo se confundem. Somos simplesmente crianças clamando “Abba, pai”.


 Muito Além do Púlpito

Por Eguinaldo Hélio de Souza

 

Você não precisa de um púlpito para ser usado por Deus. Nem de um microfone, nem de um instrumento musical, nem de nenhuma posição de destaque. Você não precisa de títulos, cargos ou posições. Você só precisa ser quem você é – um membro do Corpo de Cristo em quem habita o Espírito Santo de Deus. O Senhor quer usar sua vida e Ele pode fazer isso agora, com aquilo que você tem e é.

Aliás, Deus quer agir através de sua vida e isso não está limitado ao recinto que chamamos de igreja, pois a igreja não é o edifício no qual nos reunimos para adorar a Deus – a Igreja é  você. Onde você estiver, aí está a Igreja de Cristo.

Nossa mente estreita limita as possibilidades divinas quando acredita que Deus vai usar pessoas que estão com um microfone na mão, em um recinto fechado, em um determinado momento. Acreditamos que somente aqueles que sabem falar em público, ou cantar, ou ensinar, serão os instrumentos de Deus.

Isso é um grande engano. A Igreja não é aquela que se reúne em um dia determinado da semana em um lugar específico. A Igreja é o Corpo Vivo de Cristo, do qual você é um membro. Você não vai à Igreja, você é a Igreja onde quer que esteja. E, portanto, você pode ser usado por Deus qualquer lugar: em sua casa, no trabalho, na escola, na faculdade. Pode se tornar um instrumento do Senhor trabalhando, estudando, fazendo compras, conversando com pessoas no supermercado.

Deus pode usar sua oração, suas palavras, seus gestos, seu amor para alcançar perdidos, exortar desanimados, restaurar caídos. O seu coração é do Senhor em qualquer lugar e o tempo todo. O Espírito de Deus pode direcionar suas palavras e ações nas mais diferentes circunstâncias. Não existem limites.

Disponha o seu coração. O Senhor quer falar e agir através de você em lugares e situações que você nem imagina. Até mesmo nas redes sociais onde muitos têm perdido tempo com coisas inúteis, Deus é poderoso para transformar esses momentos de contatos com pessoas em ocasiões para agir.

Deus quer usar TODA SUA IGREJA, EM TODO LUGAR E EM TODO O TEMPO. Deus quer usar você. Diga eis-me aqui Senhor, usa minha vida.


 Ajustando-se ao Plano

Por Eguinaldo Hélio de Souza

 

Porque sou eu que conheço os planos que tenho para vocês’, diz o SENHOR, ‘planos de fazê-los prosperar e não de lhes causar dano, planos de dar-lhes esperança e um futuro. Então vocês clamarão a mim, virão orar a mim, e eu os ouvirei. Vocês me procurarão e me acharão quando me procurarem de todo o coração. Eu me deixarei ser encontrado por vocês’, declara o SENHOR (Jeremias 11.29, 30)

 

            Não podemos imaginar que Deus tenha um plano para as nossas vidas que não seja bom, agradável e perfeito, pois seu plano para nós reflete exatamente quem Ele é. Só não podemos esquecer que este plano perfeito é traçado em um mundo repleto de imperfeições para que seres humanos decaídos andem nele. Precisamos, portanto, caminhar neste plano provisório e passageiro para chegarmos ao Seu plano eterno.

Temos de desejar com todas as nossas forças estar em Deus e no Seu plano. É muito fácil enquanto andamos, nos desviarmos dos trilhos. É muito fácil viver em Deus sem estar no centro de sua vontade. O tempo passa e as batalhas desta vida nos fazem perder o foco. Precisamos voltar para os trilhos.

Novos tempos estão à nossa frente. Nem sempre usamos bem o tempo que passou. Momentos preciosos se perderam, os quais poderíamos ter usado para ajustar nossos corações aos caminhos traçados. No entanto, nossa mente se viu envolvida com inúmeras distrações. Agora, assim diz o SENHOR dos Exércitos: “Vejam aonde os seus caminhos os levaram. (Ageu 1.5).

            É tempo de olhar nossos caminhos e harmonizar nossos passos com os propósitos dos céus. Não podemos mudar o passado, não podemos apagar os caminhos tortuosos. Todavia, podemos esperar no Senhor e renovar nossas forças. Podemos mais uma vez levantar as mãos fracas e os joelhos trementes. Podemos deixar as coisas que para trás ficam e avançar para as que estão diante de nós.

Deus tem um plano bom e seu desejo é que você esteja nele. Ainda é tempo de buscar ao Senhor. Cada novo ano é uma oportunidade para você avançar na direção dos planos perfeitos de Deus. Levanta e anda.

 

 


 Ainda Há Tempo

Por Eguinaldo Hélio de Souza

Ainda há tempo para você ser frutífero, para fazer a vontade de Deus. Se você ainda caminha nesta terra é porque Seus planos para você permanecem de pé.

Talvez você pense que o tempo de realizar algo para Deus já tenha passado, que as oportunidades se foram, que já está velho demais para fazer alguma coisa. Imagina que deveria ter seguido outro caminho, ter feito outras escolhas, mas que agora só lhe resta esperar o fim. Crê que deve deixar outros fazerem aquilo que está em seu coração. Acha que seu tempo já passou.

Está enganado. Deus chamou Jeremias na juventude, tanto quanto chamou Moisés em sua maturidade. Ele tinha oitenta anos quando foi chamado. E Deus usou o jovem Samuel e usou o ancião Samuel, usou o jovem Daniel e o ancião Daniel. Sempre temos limitações, Deus não tem. Na juventude nos falta sabedoria e Deus a supre. Na maturidade faltam forças, mas Deus também dá forças. É Ele quem supre o que nos falta em cada tempo. Nossa capacidade vem de Deus (2 Co 3.5).

O que não foi feito no passado pode ser feito hoje. Aquilo que não foi pode ser agora. Seu “Eis-me aqui!” já deveria ter acontecido, mas se não aconteceu, por que não hoje? Ele é El-Olam, o Deus Eterno (Gn 21.33), todo o tempo pertence a Ele, seja o ontem, seja o agora, seja a eternidade. E os olhos Dele continuam sobre sua vida, Sua voz e Seu chamado permanecem ecoando em seus ouvidos. Diga sim. Levanta e anda.

Esquecer as coisas que para trás ficam (Fp 3.13), significa deixar também o que não fizemos. Não adiante remoer oportunidades perdidas. Podemos comer hoje o pão da vida. Se não remimos o tempo de ontem (Ef 5.16), podemos remi-lo hoje e amanhã.

O chamado que um dia Tu fizeste a mim / E ao qual sem hesitar eu disse “sim” / Ecoou em meus ouvidos como da primeira vez / E Ti, Jesus, eu novamente digo “sim”. Eis-me aqui / Eu livre estou ao teu dispor / Para onde tu quiseres me enviar /  Me coloco submisso a ti, Senhor /  Para o teu querer em mim realizar. (Eis-me aqui, Asaph Borba).

Deus permanece. Seus propósitos permanecem. Diga sim. Ainda dá tempo.


 Agradáveis Meditações do Coração

Por Eguinaldo Hélio de Souza

 

Que as palavras da minha boca

e a meditação do meu coração

sejam agradáveis a ti,

SENHOR, minha Rocha e meu Resgatador (Salmo 19.14)

 

Se deixarmos, nossos pensamentos irão onde não devem ir. Ou serão pensamentos vãos, que nada acrescentam, ou pior, serão pensamentos destrutivos, movidos por sentimentos destrutivos, que resultarão em ações destrutivas. Também nossos pensamentos precisam ser levados cativos à obediência de Cristo (2 Coríntios 10.5).

Não podemos deter o fluxo de nossos pensamentos. Pensamos, mesmo quando não queremos pensar. Eles são como um rio impetuoso que fluem da nossa mente quer gostemos ou não, queiramos ou não. Todavia, se não podemos impedir o rio de correr, podemos conduzir o seu fluxo. Podemos dar a ele um percurso bom e sadio. E a melhor forma de fazer isso é meditar nas coisas de Deus.

Ler a Palavra de Deus é apenas a primeira parte de um processo muito mais longo, que envolve pensar, e refletir, e deixar que ela faça parte de nossa maneira de ver as coisas. Quando a Palavra muda a nossa forma de ver as coisas, ela então pode mudar nossas atitudes, nossa forma de caminhar neste mundo. Deus disse a Josué que meditar na Sua Palavra seria o caminho que o levaria ao êxito (Josué 1.8). E o salmista nos exorta a abandonar as influências negativas ao nosso redor e a nos deixar influenciar pela Palavra de Deus, meditando nela (Salmo 1.1-3).

Sabe quando você ama uma pessoa e pensa nela o tempo todo? Quando um filho está longe, mas você o trás para perto com seus pensamentos? Assim deve fazer nossa mente, sempre trazer Deus e sua Palavra para perto de nós através de nossas meditações. Refletir no que lemos e no que experimentamos em nossa caminhada com o Senhor. Lembrar continuamente de Seu amor, Sua misericórdia, Sua sabedoria, Sua maravilhosa Palavra! “Oh! Quanto eu amo a Sua lei! É a minha meditação o dia todo!” (Salmo 119.97).

Não rumine pensamentos destrutivos. Não mastigue lembranças amargas. Não se contamine com ideias impuras. Pense na Palavra, medite em Deus e em sua Palavra, deixe-se influenciar por isso. Seja ela o leito por onde correrá os rios dos seus pensamentos.