Rompendo Com o Passado

Josias tinha oito anos de idade quando começou a reinar (…). Ele fez o que o SENHOR aprova e andou nos caminhos de Davi, seu predecessor, sem desviar-se nem para a direita nem para a esquerda. No oitavo ano do seu reinado, sendo ainda bem jovem, ele começou a buscar o Deus de Davi, seu predecessor. (2 Crônicas 34.1, 2)

Josias poderia ter errado e vivido longe de Deus. Seu avô foi Manassés, o pior dos reis de Judá. Era feiticeiro, idólatra e ofereceu seu próprio filho no fogo. O pai de Josias, Amon, filho de Manassés, também seguiu os passos da apostasia e cometeu inúmeras abominações. Josias começou a reinar com apenas oito anos. Recebeu um legado de idolatria e corrupção. A situação espiritual ao seu redor era das piores. No entanto, ele rompeu com tudo isso e construiu seu futuro em Deus.

O passado não pode ser o senhor de nossas vidas. Ele não pode determinar o que somos e o que seremos, nem predeterminar o que faremos. Aquele que está em Cristo, nova criatura é. As coisas velhas já passaram, tudo se fez novo. (2 Coríntios 5.17). E passaram mesmo. Não devem dominar a nossa vida.

Talvez nossos pais e avós foram bons. Talvez não. Nossa história até aqui pode ter sido bonita ou feia. Quem sabe nossa alma foi marcada por mais momentos dolorosos do que por momentos felizes. Nossa vida foi pautada em desejos e vícios, submersa no pecado. Ainda assim, podemos romper com tudo isso e reescrever em Cristo nosso novo caminho.

Nossa herança familiar já foi substituída por uma herança celestial. As pegadas do passado sobre as quais temos pisado podem ser esquecidas e substituídas pelos passos de Jesus. As palavras dolorosas, as maldições proferidas, as humilhações recebidas em outros tempos, já não mais alimentam nossa alma. A Palavra de Deus é o nosso pão. Tudo será diferente.

Um processo novo teve início em nosso interior. A vida nova de Deus se sobrepôs a velha vida e ao velho eu. É hora de desvirar o pescoço que insiste em contemplar o caos deixado para trás e fixar o nosso olhar na esperança que renova. Não importa o passado. Ele não é mais poderoso do que o Deus que todas as coisas faz novas em sua vida (Apocalipse 21.5)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *