Agarre-se!

Por Eguinaldo Hélio de Souza

 

“Conservando a fé e a boa consciência, rejeitando a qual alguns fizeram naufrágio na fé”. (1 Timóteo 1.19)

Gostaria de dizer que naufrágios na fé são raros e que só ocorrem com pessoas descompromissadas. Todavia, isto não é verdade. Com lágrimas nos olhos vemos pessoas de todas as estaturas espirituais caindo em algum tipo de situação que trás morte para si e para aqueles ao seu redor. Casamentos desfeitos, escândalos financeiros, deslizes de imoralidade, depressão, esfriamento na fé, suicídios. Não há como não olhar para esses tristes quadros e não temer pela nossa jornada cristã.

Não faltam advertências nas Escrituras: vigiai e orai; aquele que está de pé olhe para não cair; cuidai de vós mesmos; olhai por vós mesmos se estais na fé; não extingais o Espírito e daí por diante. Então olhamos para nossa alma e procuramos a que nos agarrar, para estar firmes durante os vendavais.

Por isso, agarre-se firme àquilo que vem de Deus!

Agarre-se primeiramente à Sua graça. Não é em nós que está a força, por mais que oremos, jejuemos ou leiamos a Bíblia. Nem existe em nossa natureza nenhuma garantia de vitória. Homens muito mais sábios que nós, como Salomão, por exemplo, caíram em apostasia. Homens mais espirituais que nós, como Davi, sucumbiram ante o pecado.

Agarrar-se a graça significa depender inteiramente Daquele que é poderoso para nos guardar de tropeçar (Judas 24). É deixar de confiar em si mesmo e abrir-se ao Único que pode de fato nos sustentar.

Agarre-se ao temor do Senhor, porque este é o princípio da sabedoria (Provérbios 1.7). Quem teme ao Senhor não entra por qualquer caminho, não decide qualquer coisa, não age por conta própria. Sempre se pergunta como o Senhor está vendo suas ações. Isso o livra de muitas portas erradas e caminhos tortuosos. Pode parecer um caminho mais vagaroso e mais difícil, mas é um caminho reto porque nos livra de retrocessos e de becos sem saída.

Por fim, agarre-se às promessas de Deus. Aquele que prometeu é fiel para cumprir. “Ele disse” é a garantia mais eficaz que poderemos ter nesta vida de incertezas. Aquele que Nele crê não será confundido, não será envergonhado. O que Ele prometeu sobre sua vida Ele vai cumprir.


 Saindo do Abismo Digital

Por Eguinaldo Hélio de Souza

Um abismo chama outro abismo… (Salmo 42.7)

Através dos seus dedos é possível acessar as regiões mais profundas do pecado humano por meio da internet. Toda sorte de coisas que contrariam a Deus e sua santidade estão ali acessíveis com apenas um click. Agora, a vida e a morte não estão apenas no poder da língua. Estão também no poder dos dedos. Com eles você pode marchar ao abismo mais profundo da perdição humana e levantar uma grossa parede entre você e Deus, construindo uma escada que desce até o inferno.

Seus momentos de solidão, que poderiam transformar-se em momentos profundos de diálogos com seu Deus, transformam-se em momentos de agonia interna. Ao invés da busca pelo que é do alto, o anseio pelo que vem de baixo. Ao invés do Espírito a carne. Ao invés de Deus, o diabo. Impureza ao invés de santidade, morte ao invés de vida. Ao invés de escalar a montanha você desse ao abismo degrau por degrau.

Se os seus olhos forem bons, todo o seu corpo será cheio de luz. Mas se os seus olhos forem maus, todo o seu corpo será cheio de trevas. Portanto, se a luz que está dentro de você são trevas, que tremendas trevas são! (Mateus 6.22, 23)

Você foi chamado para subir ao monte santo do Senhor. Não para descer às regiões escuras do inimigo. Você foi convidado a sair das trevas para a luz, não para virar as costas para a Luz verdadeira que ilumina todo homem que vem ao mundo. Jesus é o Cordeiro de Deus que tira o pecado do mundo (João 1.29). Ele é poderoso para tirar o pecado de sua vida.

É hora de parar de descer e dizer não ao pecado. É hora de se arrepender de seus pecados antes que isso não seja possível. Você precisa do verdadeiro arrependimento, de “metanoia”, mudança de mente. Não pode mais continuar vivendo essa vida dupla. A graça de Deus se manifestou salvadora a todos os homens (Tt 2.11)

Se a internet, a netflix ou a tv a cabo fazem você pecar, corta-os e lança-os para longe de você. Porque é melhor que você não desfrute desses recursos da vida moderna e entre na glória eterna, do que tê-las em sua vida agora e passar a eternidade nos abismos eternos.