Apesar de Nós

Por Eguinaldo Hélio de Souza

 

Pecamos como os nossos antepassados; fizemos o mal e fomos rebeldes. No Egito, os nossos antepassados não se lembraram das muitas manifestações do teu amor leal e rebelaram-se junto ao mar, o mar Vermelho. Contudo, ele os salvou por causa do seu nome, para manifestar o seu poder. (Êxodo 13.17, 18)

 

Se há algo que aprendemos nesta vida é que Deus cumprirá seus propósitos em nossas vidas, não por nossa causa, mas apesar de nós. Mesmo que as Escrituras sempre apontem os valores e as virtudes dos grandes servos de Deus, elas não deixam de apresentar seus defeitos e seus fracassos. O povo de Israel, como um todo, é a maior prova disso. Nós mesmos, ao lermos sua teimosia e dureza de coração ficamos irados com eles, sem perceber que a história do povo de Israel e de seus grandes homens não é muito diferente da nossa. Em vários momentos de nossa vida nossas falhas se tornam evidentes. Contudo, o agir de Deus em nós e através de nós também se torna evidente.

A verdade é que esse fato nos humilha. Gostaríamos de ter mérito em nossas vitórias e, contudo, sabemos que se não fosse a misericórdia do Senhor nada de bom haveria em nossas vidas. Falhamos como pais, falhamos como cônjuges, falhamos com cristãos. E apesar disso vemos o Senhor responder nossas orações, temos sua bênção sobre nossa família, temos seu amor manifestado. Não merecemos, mas temos. Porque o Senhor é bom.

Por outro lado, isso nos dá esperança. Não depende de nós. Quando nos sondamos, ficamos frustrados com tantas limitações, tantas falhas passadas e presentes, tantas expectativas não realizadas. Então nos lembramos que apesar disso Ele nos trouxe até aqui e demonstrou sua graça. Não éramos melhores do que agora e mesmo assim ele nos amou. E nos deu o que não merecíamos. Então eu sei que Ele fará muito mais, apesar de mim.

Se por um lado me sinto humilhado ao perceber que só sua graça me sustenta e não algo em mim, por outro lado me regozijo porque sua graça me basta e Ele me fará triunfar, apesar de mim.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *