Não Há Nada Maior do Que Jesus em Nossas Vidas

Por Eguinaldo Hélio de Souza

Portanto, ninguém se glorie nos homens; porque tudo é vosso: seja Paulo, seja Apolo, seja Cefas, seja o mundo, seja a vida, seja a morte, seja o presente, seja o futuro, tudo é vosso, e vós, de Cristo, e Cristo, de Deus. 1 Coríntios 3.21-23

Jesus não é somente maior do que todos os bens que possuímos. Já sabemos que Ele é muito mais importante do que nossa casa, nosso carro, nosso dinheiro, nosso negócio. Essas são coisas passageiras, temporárias, imediatas e fugazes que em breve não estarão mais em nossa posse. É óbvio que Ele está muito acima e muito além de tudo isso.

No entanto, tê-Lo em nossa vida é muito mais do que qualquer conquista nossa, mesmo as conquistas espirituais. Nosso ministério é importante e devemos valorizá-lo por amor a Jesus. Mas esse mesmo ministério não é de modo algum maior do que o próprio Jesus.

Dentro do Reino de Deus, no contexto da Igreja, alcançamos muitas vezes posição, prestígio, honra, respeito. Todas essas coisas têm o seu valor e de modo algum precisam ser desprezadas por si mesmas. Desprestígio, desonra e desrespeito nunca foram valorizados na Bíblia. O que vem como bênção e graça de Deus é sempre precioso.

No entanto, nada disso pode substituir o fato de Jesus estar em nós. Nenhum bem, honra ou prestígio pode tomar o lugar Dele. Tudo isso pode ser perdido por amor a Ele e então não estaríamos perdendo coisa alguma. As bênçãos jamais serão maiores que o Abençoador, nem as vitórias maiores que o Vencedor.

“Uma masmorra com Cristo é um trono, e um trono sem Cristo é um inferno”, disse Lutero.

Sem Ele toda honra torna-se desonra e por Ele todo desprezo é honra. Sem Ele todos os ganhos se tornam perda e toda perda, se for por Ele, é uma conquista. É melhor ser aceito do que ser desprezado, mas ser desprezado por causa Dele significa aceitação eterna superior a toda aceitação humana.

É fácil perder a Pessoa quando nos deixamos envolver por vitórias relativas que logo passam. Nenhum triunfo é maior do a Presença Eterna do Filho em nós. Possuir o Possuidor de todas as coisas é insuperável. Ser possuído por Ele é inexplicável.


 As Desculpas Não Nos Salvarão

Por Eguinaldo Hélio de Souza

“O senhor respondeu: ‘Servo mau e negligente! Você sabia que eu colho onde não plantei e junto onde não semeei? Então você devia ter confiado o meu dinheiro aos banqueiros, para que, quando eu voltasse, o recebesse de volta com juros. Mateus 25.24-27

Muitas vezes pensamos que as desculpas que criamos para não fazer o que deveríamos ter feito são suficientes para justificar nossa desobediência diante de Deus. Acreditamos que Deus é obrigado a aceitar nossas justificações, mesmo que elas não tenham qualquer fundamento. Não é assim.

Quantas pessoas que conhecem muito bem as verdades fundamentais da fé cristã apresentam uma série de motivos pelos quais não estão servindo a Deus e praticando aquilo que sabem que devem praticar. Elas têm na ponta da língua uma “razão” para sua recusa em se submeter a Deus. Apontam inúmeras pessoas e acontecimentos que explicariam o porquê de sua rebeldia. Usam um caminhão de pretextos para justificar-se diante de Deus e dos homens. Isto, todavia, não funciona agora e não funcionará no julgamento daquele grande dia.

Deus nos chama para a obediência a Ele. Sua vontade é soberana, seu querer determinante. Ele é o Senhor absoluto de tudo e de todos, aceitem ou não, reconheçam ou não. Sua compreensão, seu amor e sua misericórdia não anulam o fato de que se Ele nos ordenou algo nos compete apenas obedecer.

Podemos até tentar e não conseguir. Podemos falhar em nosso trabalho para Ele e não atingir a meta estabelecida. Nossas limitações não lhe são desconhecidas. Errar o alvo não é a mesma coisa de se recusar a atirar a flecha. Ele pode perdoar nossas falhas na caminhada, mas não pode aceitar nossa recusa em caminhar. Nenhuma desculpa tornará nossa desobediência aceitável.

Pessoas com muito mais dificuldades e obstáculos que nós têm superado tudo para cumprir a vontade de Deus para suas vidas. Elas têm pago um alto preço para obedecer porque sabem que Aquele que ordenou é digno de nossos maiores esforços.

É hora de deixar nossas desculpas de lado, levantar e andar, e fazer a vontade Daquele que é digno de nossa total obediência.


 Planejando na Crise

Por Eguinaldo Hélio de Souza

Sempre existem aquelas frases e expressões que nos marcaram e as carregaremos no coração por toda a vida. Elas nos trazem uma nova perspectiva e tornam-se lembradas em certos momentos, orientando nossas ações e conseqüentemente determinando nosso amanhã.

“Na crise, planeje, porque ela vai passar”

Na maioria das vezes somos como os apóstolos: achamos que cada tempestade é o fim. “Mestre, vamos morrer” disseram eles naquela ocasião (Lucas 8.24). Quando as nuvens estão escuras, geralmente perdemos a perspectiva e nos recusamos a levantar a cabeça para ver o amanhã. Deixamos que dores e angústias passageiras afoguem nossa esperança.

Não faça isso! Essa tempestade vai passar como as outras também passaram. Essa ferida vai sarar, vai cicatrizar. Por mais escura que seja a noite, o sol jamais deixou de brilhar pela manhã.

Não deixe para planejar somente depois que a chuva passar e a noite findar. Por mais difícil que seja esse momento no qual você está vivendo ele vai chegar ao fim. Esteja preparado para o amanhã! Não permita que as
lágrimas do agora o impeçam de enxergar as realizações do depois.

Todavia, lembro-me também do que pode me dar esperança: Graças ao grande amor do SENHOR é que não somos consumidos, pois as suas misericórdias são inesgotáveis. Renovam-se cada manhã; grande é a sua fidelidade! Digo a mim mesmo: A minha porção é o SENHOR; portanto, nele porei a minha esperança. O SENHOR é bom para com aqueles cuja esperança está nele, para com aqueles que o buscam; (Lamentações 3.21-25)

Quando Judá foi invadido pelos exércitos babilônicos e Jeremias se encontrava no calabouço, Deus mandou que ele comprasse um terreno. Por quê? Porque aquele momento de crise chegaria ao fim e o profeta não deveria deixar de olhar à frente. O futuro chegaria e seria diferente.

Se você está no centro de uma crise, continue planejando. E quando ela acabar esteja pronto para agir.

Em Deus você terá um amanhã. E não somente um amanhã. Você terá um depois de amanhã. Aliás, terá muitos “depois de amanhã”. “Na crise, planeje”.