Colunas da Casa de Deus

Por: Eguinaldo Hélio de Souza

           

Sempre gostei muito do texto de Gálatas 2.9 onde Paulo diz que Tiago, João e Cefas eram considerados as colunas. Havia milhares de crentes, dezenas de presbíteros e diáconos, doze apóstolos e somente três colunas. Sabemos que nenhuma casa se mantém em pé sem as colunas. Nem mesmo a casa de Deus. Basta lembrar que Sansão venceu milhares, apenas derrubando duas colunas.

“Precisa-se de colunas” seria um bom anúncio a ser posto na igreja e em cada departamento. A obra de Deus necessita de colunas, pessoas sem título ou fama, tomando para si essa tarefa.

Há muito que dizer sobre colunas. Gostaria de dizer pelo menos três coisas.

Primeiros, são as colunas que suportam o peso todo. Muitos gostam de ser carregados, mas não de carregar. Não suportam as falhas dos outros, porém desejam que todos suportem as suas. Colunas foram chamadas para estar em pé e manter tudo que está à sua volta também em pé.

Segundo, as colunas ficam paralelas entre si, nunca cruzadas com outras. Se não nos alinharmos com outros não poderemos ser colunas. Precisamos ter todos a mesma direção para sermos eficazes como colunas. Minha comunhão e harmonia com outras colunas me ajudarão a cumprir o meu papel.

Terceiro, a coluna se apóia no alicerce. A verdadeira coluna esta apoiada em Cristo. Ele é o fundamento de nossa vida. A força, por fim, não está na coluna, mas no alicerce que a sustenta. O Senhor Jesus é nosso fundamento. Nele, tudo suportaremos.

Seja você uma coluna. Suporte, alinhe-se, apóie-se no Senhor.

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *