Consagro

Por Eguinaldo Hélio de Souza

 

Consagro meu ser, para ser o que queres que eu seja, embora sabendo que jamais poderei ser o que queres sem tua graça e ajuda.

Consagro o que tenho, pedindo que me ajudes a não colocar em primeiro lugar nenhum bem, pois é tão fácil viver nesta vida em busca de coisas que ocupam o lugar que é só Teu.

Consagro meus talentos, muitos dos quais estão enterrados no medo, nas desculpas, na preguiça, na frieza e na indiferença. Que eu possa trazer à luz cada habilidade que o Senhor me deu e cumprir meu chamado, minha missão. Que cessem as escusas, as acusações, os adiamentos que têm impedido teu fluir em minha vida.

Consagro meus lábios, que já disseram tantas coisas indevidas, já semearam tantos sentimentos ruins, feriram e machucaram até mesmo os que me amam. Toca-os com a mesma brasa que tocou nos lábios de Isaias. Preciso mudar meu falar, preciso acabar com toda palavra nociva, inútil e vã que de minha boca tem brotado. Que deles se derramem palavras de graça e edificação. Ajuda-me Deus.

Consagro meu tempo, que tem sido preenchido, às vezes com coisas inúteis, às vezes com coisas vãs. Eu só tenho uma vida, que é curta e passageira. Ajuda-me a fazer de cada momento, sementes para a eternidade.

Consagro meu corpo, sim, meus olhos e ouvidos, meus pés e minhas mãos. Que eles olhem como se fosse o Senhor olhando, escutem como se fosse o Senhor escutando. Que aonde eu for, vá em teu nome e meus passos sejam os Teus. Que o Senhor toque o mundo e o cure, através de minhas mãos.

E se ainda há algo que não consagrei, se há algo que não entreguei. Quero dizer que mesmo isso pertence a Ti. Do Senhor é a terra, a sua plenitude, o mundo, e os que nele habitam (Salmo 24.1)

Peço mais uma vez tua ajuda para que eu possa deixar todas essas coisas  no lugar que lhe é devido. Que eu possa deixá-las todas em tuas fortes, soberanas e poderosas mãos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *