Corações Endurecidos e a Glória de Deus

Por Eguinaldo Hélio de Souza

           

… mas eu endurecerei o coração de Faraó, e ele não deixará ir o povo (Êxodo 4.21)

 

Deus endureceu o coração de Faraó. Longe de impedir o Seu agir, isto resultou em glória, disciplina e vitória. Temos sempre a ideia errada de que o andar com Deus tornará tudo fácil e rápido. No entanto, ninguém leria o livro de Êxodo, aliás, ninguém se interessaria pela Bíblia se ela não estivesse cheia de situações difíceis que só o Senhor poderia resolver.

Quando nos deparamos com corações endurecidos, com pessoas que dificultam ao invés de nos apoiar, então desanimamos. Não entendemos porque pessoas de Deus tornam-se obstáculos! Dói quando o homem não se compadece de nós. Todavia, muitas vezes, é assim que Deus quer…

Precisamos aprender a confiar Nele. E isso dificilmente acontecerá se tudo o que necessitarmos vier das mãos humanas. É preciso que as mãos dos homens se fechem para então olharmos as de Deus.  A decepção com o ser humano nos lança nos braços do Altíssimo. Ele se torna o poço de águas vivas em meio ao deserto dos corações humanos. Deus brilha muito mais nas noites escuras de nossa solidão. Raramente o procuraríamos se as pessoas em quem confiamos estivessem sempre ao nosso dispor.

Dessa forma, a dureza humana produz glória para Deus. Assim foi com José e seus irmãos, assim foi com Davi e Saul, assim foi com Moisés e Faraó, assim tem sido conosco. Deus nos faz transpor os obstáculos criados pelo homem para que saibamos que Dele, somente Dele vem nossa vitória. A glória é só Dele e mais ninguém.

Assim diz o SENHOR:  “Maldito é o homem que confia nos homens, que faz da humanidade mortal a sua força, mas cujo coração se afasta do SENHOR. Ele será como um arbusto no deserto; não verá quando vier algum bem. Habitará nos lugares áridos do deserto, numa terra salgada onde não vive ninguém” (Jeremias 17.5, 6)

Com certeza, em nossa caminhada, muitos nos ajudarão e serão instrumentos de crescimento e bênçãos para nossa vida.

Entretanto, mesmo que corações se endureçam para nós, não será o fim. Será apenas uma oportunidade para Deus nos fortalecer e revelar através de nós a sua glória.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *