Não Compre Seu Milagre. Creia Nele

Por Eguinaldo Hélio de Souza

 

Se tu creres verás a glória de Deus (João 11.40)

 

Nenhum ato humano pode produzir o menor milagre da parte de Deus. Não há esforço, por maior que seja, capaz de mover o coração do Senhor e obrigá-Lo a nos abençoar. Nenhum dinheiro, nenhuma ação repetitiva, nenhuma fórmula mágica tem poder para produzir o sobrenatural divino. Nenhum objeto pode substituir a fé em nosso relacionamento com o Deus dos milagres. Os milagres só podem ser recebidos pela fé.

“A tua fé te salvou”, foi a frase dita inúmeras vezes por Jesus àqueles que foram agraciados pelo seu poder. O cego, a mulher do fluxo de sangue, o leproso, o paralítico – todos eles foram elogiados pela confiança que depositaram. E o resultado dessa confiança foi o agir de Mestre em suas vidas. O poder dele se manifestou trazendo cura e libertação, transformação e glória.

“Se tu creres verás a glória de Deus” (João 11.40). Ele não disse “se tu fizeres isto ou aquilo”. Ações não movem a Deus. A fé move a Deus. E Aquele que sonda os corações sabe o quanto cremos Nele.

Claro que os homens e mulheres nos Evangelhos tiveram atitudes de fé. O cego gritou, a mulher hemorrágica o tocou, o leproso ajoelhou e o paralítico foi ajudado pela fé de seus amigos que subiram no telhado. No entanto, há atos de fé e atos sem fé. Nem todos que gritam são curados, nem todos que vencem multidões são curados, nem todos que se ajoelham são curados. Somente os que fazem tudo isso pela fé.

Alguém já comparou a fé com uma mão que se estende para receber um presente. Milagres são presentes de Deus. Presentes não são merecidos. Presentes são recebidos com humildade. E essa humildade receptiva se chama fé. Nossos milagres jamais serão fruto de nossos esforços. Serão sempre produto de corações que descansam e confiam Nele.

Porque assim diz o Senhor, o Santo de Israel: Em vos converterdes e em repousardes, estaria a vossa salvação; no sossego e na confiança, estaria a vossa força, mas não a quisestes (Isaías 30.15).

Jamais seremos ricos o bastante para comprar os seus milagres. Mas podemos ser humildes o bastante para confiar no seu amor por nós.

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *