Não é Desperdício

Por Eguinaldo Hélio de Souza

 

Lá estava Jesus em Betânia, na casa de Simão, o leproso, assentado à mesa. Ela chega de repente. Trás nas mãos um vaso de alabastro contendo um perfume muito caro. Ainda de forma repentina quebra o vaso e derrama o perfume sobre a cabeça de Jesus. “Alguns dos presentes começaram a dizer uns aos outros, indignados: “Por que este desperdício de perfume?”(Marcos 14.4).

Não podemos ter a ilusão de que todos compreenderão a nossa entrega ao Senhor. Muitas vezes nosso desejo de agradar a Cristo será chamado de desperdício. Parentes e amigos e até irmãos em Cristo, criticarão nossas atitudes para com Deus e seu Reino. A grande maioria não dará valor às nossas renúncias.

Eles criticarão o tempo que gastamos com Deus. Desaprovarão o fato de dedicarmos nossas capacidades e talentos para o Reino de Deus ao invés de usá-los para o nosso próprio proveito. Acharão loucura o dinheiro que empregamos na causa do Senhor. Dirão que estamos desperdiçando nossa vida, a vida que resolvemos consagrar inteiramente aos pés de Cristo. Dirão até que estamos loucos.

Não importa. O homem natural jamais compreenderá as coisas do Espírito. Essas sempre lhe parecerão loucura. (1 Coríntios 2.14). E muitas vezes, mesmo aqueles que conhecem a Deus não possuem o coração entregue a ponto de dedicar o melhor de si a Ele.

No entanto, quem nos julga é o Senhor. Como não deve ter sido embaraçoso para aqueles homens ver que ao invés de confirmar suas críticas, Jesus, ao contrário, a elogiou e abençoou. Ele a exaltou como a nenhum deles. Não sabemos sequer os nomes desses críticos. Não conhecemos sequer um ato da maioria deles. Enquanto a história dessa mulher tem percorrido o mundo junto com o Evangelho de Cristo.

Não, não é desperdício o que você faz no Senhor e pelo Senhor. Não é vão o tempo gasto em oração e na Palavra. Não é inútil a vida dedicada à pregação. O dinheiro consagrado ao Senhor é bendito. Os talentos, as energias, a vida, enfim, que se derrama como bálsamo sobre o Senhor está longe de ser um desperdício. Na verdade, é o melhor investimento que alguém pode fazer. Nossa obra não é vã no Senhor (1 Coríntios 15.58)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *