Viver é lutar

Por Eguinaldo Hélio de Souza

 

 

O destruidor avança contra você! Guarde a fortaleza! Vigie a estrada!

Prepare a resistência! Reúna todas as suas forças! (Naum 2.1)

Um poeta escreveu que viver é lutar. A vida é um combate, que aos fracos abate e aos fortes e bravos só pode exaltar. Essa também é uma verdade bíblica. E para nós que vivemos em um mundo que jaz no maligno (1 Jo 5.19) isso é ainda mais real. Podem surgir ocasiões em que nos sentimos dentro de uma verdadeira guerra. Há períodos nos quais a batalha se torna muito intensa. Parece que tudo conspira contra nós. Pessoas, situações, sentimentos interiores – sentimo-nos como se estivéssemos sendo alvo de ataques. E estamos mesmo. Por isso é preciso lutar.

De nada adianta ficarmos prostrados achando-se injustiçados pela vida. Dizer que Deus não nos ouve e não nos vê seria negar sua onipresença e onisciência. Achar que ele não nos ama é puro engano, pois é mais fácil uma mãe esquecer seu filho do que Deus se esquecer de nós. Abandonar os caminhos de Deus nesse momento é a maior tolice que alguém pode fazer, pois justamente Ele é a nossa força, nossa paz, nossa vitória.

O que podemos fazer nessa hora é levantar e combater. Combate o bom combate da fé, diz a Palavra. (1 Tm 6.12). Levantar nossa voz e clamar ao Senhor, porque todo aquele que invocar o nome do Senhor será salvo (Rm 10.13). Mesmo que você não se sinta um vencedor, você é um vencedor. Aliás, a verdade da Palavra declara que somos mais do que vencedores (Romanos 8.37). Seus sentimentos nem sempre dizem a verdade (Jeremias 17.9). Mas a Palavra de Deus é a verdade (João 17.17).

Quando você levanta a voz e clama, louva e confessa a vitória, a presença, o amor e as promessas de Deus sobre sua vida, você está tomando posse da verdade de Deus. Você tem autoridade de Deus para repreender o inimigo (Lucas 10.19). Deus é fiel, enquanto o adversário é o pai da mentira e ele quer que você acredite em coisas que não são reais. Todavia, você vai chamar por Deus e Ele vai ouvi-lo: Quando clamei, tu me respondeste; deste-me força e coragem (Salmo 138.3).

Caso tenha vontade de chorar, chore. Derrame seu coração perante o Senhor. Mas não pare por aí. Levante. Lute. Ore. Creia. Repreenda o inimigo. Marche. Louve. E vença em nome de Jesus

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *