Seguindo em Frente na Força do Senhor

Por Eguinaldo Hélio de Souza

 

E disse-lhe: Por Deus, me jura que me não matarás, nem me entregarás na mão de meu senhor, e, descendo, te guiarei a essa tropa. E, descendo, o guiou. (1 Sm 30.15, 16)

 

O inimigo atacou Davi e seus homens, destruindo tudo o que tinham, levando suas mulheres e filhos. Choraram até não poder mais e culparam Davi. Ele se fortaleceu em Deus, foram atrás dos inimigos e encontraram alguém que os ajudou a reconquistar tudo. Este é um resumo da história de 1 Samuel 30.

Talvez, tudo o que você consegue enxergar agora seja dor e aflição. Você não vê portas ou caminhos que possam leva-lo adiante. A angústia é grande e nossa tendência nessas horas é achar que tudo acabou e que não há escape. O desespero nos cega, nos ensurdece, nos paralisa, nos amarra.

Podemos chorar como eles choraram. Até devemos, pois faz parte de nossa natureza e o choro é terapêutico. Ainda assim, só chorar não basta. Isso não vai solucionar a questão.

Podermos reclamar com Deus, como eles provavelmente fizeram, dizendo que não mereciam o que aconteceu. Todavia, o Deus perfeito no qual cremos é livre de qualquer mancha. Culpá-lo é tolice e perda de tempo.

Podemos culpar outros, que podem ou não ser culpados. No entanto, isso também não resolverá a questão. Nossa péssima mania de culpar os outros, não só nos impede de assumir nossa própria culpa, como nos impede de tomar as medidas necessárias. Culpar a outros muitas vezes é uma desculpa para não fazer nada.

Ou podemos ter uma atitude completamente diferente. Podemos reagir em Deus como fez Davi.

Podemos buscar Nele as forças que nunca se esgotam. Pois de nada nos valerá uma fonte inesgotável, com águas cristalinas que não são bebidas; de nada adiantará a água para a nossa sede se não formos em direção a elas para sorvê-las abundantemente. Vã é a mesa farta para nossa fome, se não nos assentar e comermos aquilo que nos está sendo oferecido gratuitamente. Morreremos de fome junto ao banquete e de sede junto à fonte.

Podemos buscar palavras e direções de Deus, crendo que temos um Deus que fala e dirige nossos passos. É preciso confiar Nele e tomar uma atitude que de fato reflita essa confiança. É preciso fazer isso, mesmo que ninguém mais faça.

Eles só encontraram aquele rapaz que os guiou até a reconquista porque se levantaram e foram em frente. Deus preparou aquele moço, que eles jamais encontrariam se tivessem ficado prostrados e chorando.

É preciso que você caminhe, siga em frente, mesmo com lágrimas nos olhos, nó na garganta e aperto no peito. Porque ali mais a frente há ajuda de Deus esperando. É caminhando até lá que experimentaremos a Providência Divina.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *